Carinho e exames na prevenção do câncer de mama em cadelinhas

março 03, 2015  /   Notícias

aline_dogQuando dizem que carinho é um santo remédio, não estão exagerando. Ainda mais nos pets – que amam todo que é tipo de agrado. Agora, o melhor de tudo: este momento entre dono e pet pode ser muito bom para a saúde dos bichinhos.

Acontece que passar a mão na barriguinha pode ser muito útil para detectar sinais de uma doença fatal nas cachorrinhas: o câncer de mama. A enfermidade é comum dente todas as cadelas que não foram castradas e precisa ser tratada o quanto antes.

A médica veterinária do Hospital Veterinário HV Pró Vita, Rhéa Cassuli Lima dos Santos, explica que, se uma cadela não estiver destinadas para ser reprodutora, o ideal mesmo para prevenção total é a castração.

“Com o procedimento, conseguimos reduzir muito as chances de uma cadela desenvolver câncer de mama. Em cadelas castradas antes de seu primeiro cio, o risco de desenvolver câncer de mama é realmente bastante raro. Elas correm menos riscos de desenvolver câncer de mama na idade adulta” explica Rhéa.

O ato de castrar a cadelinha antes do primeiro cio diminui em até 95% de chances de câncer na idade adulta. “O câncer tem relação com a produção hormonal da cadelinha e se ela entra no segundo cio, no terceiro e assim por diante, as chances de cura diminuem” disse doutora Rhéa.

alineBartina, a yorkshire que foi salva pelo carinho da dona
Um exemplo de como o carinho pode (literalmente) ajudar na prevenção do câncer de mama é a Bartina, a yorkshire de seis anos da jornalista Aline Woinarovicz. A comunicadora disse que, há aproximadamente um ano, ela estava fazendo carinho na Bartina quando percebeu um pequeno caroço.

“Levei em alguns veterinários mas não deram importância e eu deixei passar. Foi quando a pequena bolinha começou a crescer. Quando eu mexia no local percebia que ela sentia dor e um pequeno caroço apareceu. Foi então que levei no hospital Pró Vita para uma consulta. A doutora Rhéa me disse que poderia ser um tumor e me orientou sobre a importância da castração, principalmente em fêmeas” relembrou Aline.

A jornalista não perdeu tempo e, na mesma semana, agendou a cirurgia de castração junto com a retirada do caroço e da mama afetada. “Fiquei preocupada, pois ela já tem seis anos e está entrando na fase idosa, mas foi tudo bem. Depois de 15 dias, ela está ótima” relatou Aline.

Melhor ainda foi o resultado da biópsia! Os exames detectaram que o caroço não era uma tumor, mas um cisto. Mesmo assim, Aline não se arrepende de ter realizado a cirurgia.
“Agora, castrada, a minha cachorrinha terá mais qualidade de vida e com saúde” conclui a jornalista.

Prevenção sempre
Casos como o da Bertina são exemplos evidentes de como é importante os donos olharem de perto suas cadelinhas. “Normalmente, as cadelinhas que ficam dentro de casa recebem mais carinho na barriguinha, então é mais fácil detectar algum sinal, como um grãozinho nas mamas” disse doutora Rhéa.

Quanto mais velhinha for a cachorrinha, maior é o perigo dela desenvolver a doença. Rhéa Cassuli aconselha, também, que os donos sempre façam exames regulares para acompanhar bem de perto cenários perigosos.

O que prestar atenção na hora do carinho
– Aumento no volume das mamas;
– Secreção das glândulas mamárias e
– Sangramentos ou marcas de sangue na região das mamas

Câncer de mama nas cadelinhas tem cura?
A cura vai depender de cada caso. Doutora Rhéa explica que é sempre bom retirar esses pequenos grãos, o quanto antes. “Se for benigno,a retirada através de um procedimento cirúrgico pode reduzir quase a zero o risco do desenvolvimento da doença. Agora, mesmo um tumor benigno quando não retirado pode se desenvolver em um câncer mais agressivo. É muito comum a metástase atingir a região do pulmão, do figado ou do baço” conclui Rhéa.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageShare on Tumblr

Comentários fechados.

  • Atendimento

    O Hospital Veterinário Pró Vita de Curitiba entende que atender bem não tem hora, por isso atende 24 horas e coloca a disposição do seu amigão ou amiguinho um completa estrutura com farmácia, exames e profissionais qualificados. Ah, se o seu amigo é felino no Hospital Veterinário Pró Vita tem espaços dedicados só para os gatinhos. Venha, estamos esperando você e seu amigão.

  • Credenciado DottorDog

  • Horários de Funcionamento

    Abertos todos os dias, inclusive Domingos e Feriados.